17 de jun de 2008

Steven Seagal - Songs from the Crystal Cave

Ano: 2004
Gravadora: Sony


Sim, estamos falando do Nico, aquele cara que já mataram 30 irmãos (o que resultou numa vingança violenta contra a mafia de algum país oriental), aquele que já impediu guerras biológicas e químicas, que já vingou a morte da mulher, da mulher do amigo, da mulher do patrão e até da mulher que conheceu na fila do cachorro quente. Sinceramente, não dá pra entender como ele ficou mais famoso como ator do que como cantor. É sério, esse disco dele, onde é guitarrista e vocalista, é bom! Eu juro!
Steven Seagal, nesse disco, segue uma linha bem pop. lembrou-me Jack Johnson, embora tenha diferenças críticas. Na verdade, dizem que o estilo é "outsider country-meets-world music-meets-Aikido", seja lá o que for isso.
O disco começa com Girl it's Alright. Otima música, tem um bom ritmo, vocal (do próprio Nico) calmo, bom pra ouvir num domingo de manhã. Os solos são muito disfarçados, coisa bem pop mesmo. Don't you cry já marca mais a guitarra, é muito bem produzida, mas falta um pouco de criatividade na bateria. O solo é muito bom também, lógico que dentro dos limites do possível - não entraria nem nos 1000 melhores solos da história, mas é bom. Music é bem pop, destaque para o solo também. É, o cara é um bom solista.
Better man tem uma clara influencia country. Muito boa música. Route 23 já puxa mais pro blues. Um blues bem pop, por sinal. My God, Not for Sale e Lollip são músicas mais animadas, contando esta última até com um cara fazendo um rap no meio. Dance tem uma levada indiana, muito interessante. Até da vontade de dançar, com aquelas vozes todas presentes nas músicas indianas.
Jealousy não é uma das melhores do disco, mas não é de todo ruim. War lembra reggae, mas, lógicamente, muito mais pop. Strut já seria Hip Hop. Dá pra ver que o homem é bem eclético. Goree lembra... pop. The Light tem uma boa guitarra, fecha bem o disco.
Enfim, destaque para Girl it's Alright, Don't you cry, Dance e The Light. No geral, o disco é bom. Surpreendente, eu diria. Afinal, é bem difícil imaginar Steven Seagal como um bom músico. Deveria ter ficado mais famoso por isso do que pelos seus filmes.



Baixe: Steven Seagal - Songs from the Crystal Cave

Nenhum comentário: