16 de jun de 2008

The Dirty Mac

Ano: 1968
Gravadora: BBC

John Lennon (The Beatles), vocal e guitarra; Eric Clapton (Cream), guitarra; Keith Richards (The Rolling Stones), baixo; Mitch Mitchell (The Jimi Hendrix Experience), bateria. Precisa dizer mais alguma coisa?
Essa Superband, como é chamada, por sinal, com muita justiça, foi formada para se apresentar no Rolling Stones Rock'n'Roll Circus, um especial feito pelos Rolling Stones. Contou com varias boas apresentações, como The Who, Taj Mahal, Marianne Faithfull, Jethro Tull, entre outros. Mas, é lógico que The Dirty Mac chama atenção nesse meio. O único disco da banda foi justamente gravado nesse especial, seu único show também.
Yer Blues, música dos Beatles (White Album), causa arrepios. Claro, com Eric Clapton na guitarra fazendo todos entenderem o porquê da pichação mais famosa do Rock ("Clapton is God"), Keith Richards fazendo um baixo que só um guitarrista de seu nível conseguiria fazer, Mitch Mitchell fazendo por merecer estar na banda do maior guitarrista do mundo e Lennon com um vocal rasgado, é como um bom blues merece ser. Simplesmente perfeito. Se você gosta de um bom blues, essa música passa a ser obrigatória.
Mas, estamos no planeta Terra, e aqui nada é perfeito. A Yoko Ono tinha que estar no meio, claro. Por quê Clapton, com sua onipotência, não fez cair um raio na cabeça dela? Não sei, talvez ele quisesse castigar Lennon por alguma coisa, vai saber. O caso é que ela faz sua participação na música Whole Lotta Yoko, assim como o violonista Ivry Gitlis. E o pior, ou melhor, dependendo do ponto de vista, é que ficou bom. Um bom blues com violino e uma mulher gritando. Sim, minha gente, isso é arte, e é lindo.
O disco ainda conta com outras músicas. I quick one, While he's away (gravação do The Who mesmo), Purple Haze e Wild Thing (as duas gravações do The Jimi Hendrix Experience mesmo). Blues de primeiríssima!
Enfim, é uma banda de Deus, afinal, Clapton Is God!




Baixe: The Dirty Mac Session

Um comentário:

CIEL MELODIQUE disse...

Eitaaa...
Eu tinha que comentar essa....
Kra, vc consegui pensar num fim ideal pra Yoko...como ela é especialista em fazer cagada! Rs...
Sorte q os kras são tão fodas q nem a tilanga da Yoko dá conta de apagar o brilho!
:)